escravo (1)

Imagem  —  Publicado: 8 de maio de 2013 em Uncategorized

Representantes de Classe

Imagem  —  Publicado: 2 de abril de 2013 em Uncategorized

MAIS UM NOVO VELHO SISTEMA DE GESTÃO NO DECAP

Publicado: 21 de fevereiro de 2013 em Uncategorized

Imagem

Muitos boatos e especulações a respeito do novo sistema a ser imposto no DECAP. Imposto porque sua concepção parece ser realizada na surdina e apenas alguns poucos tem acesso a informação correta. Imposto também porque certamente será colocada a prova de forma abrupta, sem planejamento, do mesmo modo como ocorreu na mudança mais recente, em que funcionários tiveram seus locais e horários de trabalho alterados de um dia para o outro.

Apesar das informações serem uma colcha de retalhos, a noticia mais recente que se teve é de que nos distritos policiais serão criadas equipes, dependendo do número de inquéritos policiais. Cada equipe será formada por um delegado, dois Escrivães e dois ou três agentes, que serão responsáveis pelo andamento de uma quantidade de inquéritos, a principio 250. As equipes trabalharão de segunda a sexta-feira e uma vez por semana serão responsáveis pelo plantão da delegacia, onde serão registrados todos os tipos de ocorrência. As centrais de flagrante deixarão de existir, restando apenas os chamados “pólos”, que continuarão em atividade no período noturno e, provavelmente, aos finais de semana.

Mais uma especulação ou não, logo se percebe que faltarão Escrivães. Haverá sobrecarga de trabalho e horário para os Escrivães. Com a falta de funcionários, Escrivães mais precisamente, serão criadas “correções” e “ajustes”, que criarão mais sobrecarga para os Escrivães, como ocorreu e ocorre neste sistema vigente.

Chega a ser cômico que não se admita que o grande problema é a falta de Escrivães. Um sistema como o anterior, que se respeitasse o mínimo de cinco equipes por plantão, com dois ou três Escrivães cada equipe, além de cinco ou mais Escrivães a serem responsáveis pelos cartórios, seria o início para que o cotidiano administrativo dos distritos começasse a funcionar, sem ser tão desumano com nossa carreira.

As entidades de classe devem deixar seu estado catatônico ou mesmo divagações sobre demais problemas de nosso Estado ou do Brasil, e se ater inicialmente a nossa carreira, para começar a se preparar para uma nova onda de injustiças.

Assunto recorrente em grande parte dos Concursos Públicos, nesse site há disponivel uma apostila para o tema “Ética no Serviço Público”.

http://www.espacohebervieira.com.br/documentos/inss/GustavoBoudoux-Apostila%20EticaDoINSS.pdf

 

De acordo com a Portaria DGP 25/2002, a inclusão de dados dos veiculos furtados ou roubados era de total e exclusiva responsabilidae do delegado. Após, em 2009, de acordo com a portaria DGP 13/2009, ocorreu uma alteração e para a autoridade, passou-se a responsabilidade de “determinar” a inclusão dos dados, “sob pena de responsabilidade em caso de omissão”.

Desde a criação da inclusão on-line, essa tarefa era atribuida ao Escrivão, ignorando-se o texto da Portaria DGP 25/2002. Mesmo com a alteração ocorrida em 2009, óbvio, a responsabilidade ainda não foge da autoridade policial, já que quem determina, confere seu cumprimento.

POR QUE ISSO SEMPRE ACONTECE?

Publicado: 29 de agosto de 2012 em Uncategorized

Por que isso acontece quando Escrivão assume cargo de chefia? Se esquecem de tudo aquilo que sofreram?

BOLETIM DE OCORRÊNCIA NÃO CRIMINAL

Publicado: 20 de agosto de 2012 em Uncategorized

Reprodução: Jornal Agora – 08/2012